Jac Sanchotene é, desde 1995, captadora de projetos culturais que geram resultados diretos a seus investidores.

PAINEL

“Sobre Rodas de Choro e Chimarrão, conectando manifestações culturais”

Foto-Eduardo-Rocha-6425-870x490

Promoverá encontros que envolvem música, palestra, oficinas e uma exposição portátil. Utilizando hábitos populares tradicionais – a “roda de chimarrão” e a “roda de choro” – estabelece a conexão entre estas manifestações culturais, descrevendo situações que trazem o chimarrão como elemento central e enaltecendo a participação dos músicos gaúchos no movimento nacional do chorinho, e organiza diálogos para esclarecimentos e fomento da prática e fruição do gênero.

Idealizado por Pedrinho Figueiredo e Samuca do Acordeon, o “Sobre Rodas de Choro e Chimarrão” conta com um regional formado por: Fernando Sessé (pandeiro), João Vicente Macedo (violão de 7 cordas), Fábio Azevedo “Cabelinho” (cavaquinho), Pedrinho Figueiredo (sax soprano e flauta) e Samuca do Acordeon (acordeon). As intervenções e textos no Libreto sobre o chimarrão são de Heleno Cardeal e textos do Libreto, sobre músicas e compositores, são de Arthur de Faria. As fotos que ilustram a exposição portátil são de Eduardo Rocha.

O projeto tem por objetivo levar o conhecimento de uma identidade nacional que também pertence ao gaúcho. Que influenciou e foi influenciada pela música que todo o Brasil cultuava desde a década de 1910. Pedrinho Figueiredo que conhece as mais diversas culturas coloca: O chimarrão andou longe, às vezes “costeado” por uma milonga, às vezes por um chorinho. Samuca, responsável pela pesquisa do repertório, reforça: Há anos atrás, músicos gaúchos, tomando chimarrão e ouvindo a Rádio Nacional, desenvolveram um jeito próprio de tocar Choro, e isso, misturado com influências regionais, virou Bugio, Vanera e Vanerão.

A EXPOSIÇÃO  –  facilita a compreensão do que será abordado – compõe-se de com nove lâminas no tamanho de 0.90 lg. x 1,80 alt., formando (03) três totens (nichos), que possuem fotos do Eduardo Rocha, textos ilustrativos sobre o CHORO e sobre o MATE, biografia dos compositores executados durante as apresentações musicais e expediente (ficha técnica).

O LIVRETO   é ofertado ao público estabelecendo uma permanência da vivência do evento . O Livreto contém 38 páginas onde consta  uma  breve apresentação sobre os estilo musical  e os compositores executados na apresentação, além das partituras das músicas apresentadas. São distribuídos  durante as apresentações para o público presente.

Sobre Rodas de Choro e Chimarrão – Circulou por cinco cidades do RGS, em 2016, com o Financiamento do FAC gerando um ótimo retorno em mídia expontânea.