Cultura no PAC 2

Uma das metas  do Programa é a implantação de 800 praças com equipamentos culturais

A segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – período de 2011 a 2014  – incorporou projetos da área cultural. Lançado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na manhã da segunda-feira, 29 de março, em Brasília, o PAC 2 prevê a construção de 800 praças com equipamentos culturais, além de outros serviços à população. O modelo levado pelo Ministério da Cultura à Casa Civil é o dos Espaços Mais Cultura.

As praças terão investimento total de R$ 1,6 bilhão e contarão com cineteatros, bibiotecas, anfiteatros, telecentros, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), salas multiuso, pistas de skate, kits básico esportivo, equipamentos de ginástica, ginásios poliesportivos, espaços criança, pistas de caminhada, quadras de areia para vôlei e futebol, vestiários e espaços para a terceira idade.

Para o secretário executivo do MinC, Alfredo Manevy, o PAC 2 reconhece a importância da Cultura como uma necessidade básica dos cidadãos. “A participação da Cultura no PAC reflete a compreensão do Governo Lula sobre o papel da Cultura, para melhorar a qualidade de vida da população, que é o objetivo final dos investimentos em infraestrutura.”

Por sua vez, a secretária de Articulação Institucional do MinC e coordenadora executiva do Mais Cultura, Silvana Meireles, destaca que o PAC 2 garante uma visão mais humana do desenvolvimento, ao integrar investimentos em infraestrutura com políticas sociais. “A população necessita de saneamento básico, habitação e rodovias, mas também precisa ter acesso à Cultura. A Cultura combate a violência, dinamiza a economia e promove o desenvolvimento humano.”

O primeiro Espaço Mais Cultura, que serviu de inspiração para a parte cultural da ação, é o Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esporte de Fortaleza – Cuca Che Guevara, localizado na Barra do Ceará e inaugurado em setembro do ano passado. Com mais de 14 mil m² e capacidade para atender 3.500 jovens por dia, o espaço já é considerado o maior equipamento cultural público da América Latina. A unidade conta com um cineteatro, ginásio de esportes, campo de futebol, piscina olímpica, rádio escola, dentre outras áreas, construídos especialmente para o atendimento de adolescentes e jovens.

Cultura no PAC 1 – Além de Fortaleza, o Ministério da Cultura está investindo na construção de espaços culturais em áreas de intervenção na primeira edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As unidades que estão em fase de implementação no PAC 1 são em Recife, Curitiba, Florianópolis, Brasília, São Luís, Natal, Campo Grande, São Paulo, Rio de Janeiro, Palmas, Salvador, Maceió, Teresina e Santos. O objetivo é promover o acesso da população a equipamentos e serviços culturais de qualidade em áreas de vulnerabilidade social.

Texto: Carol Lobo e Susanna Scarlet, Comunicação Social/MinC
Foto: Roosewelt Pinheiro/Agência Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s